Desenroladas


Kelly Reemtsen: Artista questiona padrão de feminilidade em suas obras

Lady.like (adj): Característica de uma mulher bem-educada ou uma menina que adere a normas tradicionais de decoro e feminilidade.

Afinal, o que é ser feminina? A artista Kelly Reemtsen questiona padrões em uma nova série de pinturas na qual representa o contraste de ferramentas com vestidos em estilo “ladylike”.

kelly-reemtsen-paintings-3kelly-reemtsen-paintings-2kelly-reemtsen-paintings-5kelly-reemtsen-paintings-9kelly-reemtsen-paintings-12kelly-reemtsen-paintings-8

Acinturadas e volumosas, estas peças que se tornaram icônicas nos anos 50 e 60 remetem a um comportamento feminino delicado e “dócil”. Basta lembrar da publicidade focada no público feminino realizada na época, que quase sempre trazia uma mulher impecável realizando trabalhos domésticos com graça e desenvoltura.

Perceberam que a voz em “off” é masculina?

Voltando ao presente, Reemtsen apresenta ao olhar público a misoginia camuflada em nossa sociedade. Ao olhar para estas telas e ver um paradoxo, o que será que causou contraste: uma mulher com vestido sofisticado com uma ferramenta em punho; uma mulher aparentemente de classe alta realizando um trabalho manual e “pesado”; uma mulher com um objeto “masculino”?

As possibilidades de percepção são diversas e cada uma revela nuances diferentes de um mesmo problema: o preconceito. Por mais coloridas que sejam as telas de Kelly Reemtsen, é um lado obscuro do ser humano que está sendo posto como foco.

Perfis inspiradores do Instagram ganham exposição coletiva na Urban Arts

poesia1_editado (1)

Redes sociais, como o nosso amado Instagram, são uma febre mundial e acabam servindo de berço para muitos artistas e poetas contemporâneos. Por meio de mensagens inspiradoras ou até frases escritas em guardanapos, a ideia é compartilhar bons sentimentos e reflexões do dia a dia.

Reconhecendo a importância dessa frente, a loja e galeria de artes Urban Arts Fortaleza abre para visitação gratuita, de 11 de novembro a 18 de novembro, a exposição Poesia&Caligrafia. A mostra reúne 70 obras de um seleto time de inspiradores urbanos, que invadiram as redes sociais com suas reflexões cotidianas: Pedro Gabriel Anhorn (@eumechamoantonio), Pedro Cordeiro (@umcartao), Lucas Brandão, o Lucão (@blogdolucao), Fábio Piero, o Maca (@fabiomaca) e Alexandre Novello (@letrasgarrafais).

Os artistas selecionados para a exposição somam, juntos, quase 2 milhões de seguidores nas redes sociais, onde compartilham amor, motivação, esperança e alegria – mesmo que algumas criações tenham partido do medo ou de uma desilusão amorosa. O que possuem em comum? A vontade de transbordar todo tipo de sentimento. Serão dez peças de cada, contado com cartões, tinta acrílica, pincel sobre papel, guardanapos e até garrafas, possibilitando que o público conheça um pouco mais de cada artista.

“Nós trouxemos esta exposição, idealizada pela galeria da Urban Arts da Oscar Freire, em São Paulo, pois acreditamos que o movimento dos artistas urbanos está crescendo muito nas redes sociais. Diariamente, me deparo com compartilhamentos de muitas das frases que vamos expor. Queremos, com a exposição, incentivar a disseminação de bons sentimentos”, conta Camila Feitosa, sócia da franquia da Urban Arts Fortaleza.

 

Conheça cada artista

Pedro Antônio Gabriel Anhorn – @eumechamoantonio

Print

Nascido em N´Djamena, filho de mãe brasileira e pai suíço, Pedro foi alfabetizado em francês e chegou ao Brasil em 1996 sem saber falar português corretamente. O que era para ser dificuldade, virou motivação. Em 2012 inaugurou a página Eu me chamo Antônio na internet para compartilhar o que rabiscava com caneta hidrográfica em guardanapos nas noites. Publicitário, formado pela ESPM-RJ, e autor dos livros Eu me chamo Antônio (2013) e Segundo – Eu me chamo Antônio (2014), ambos publicados pela Editora Intrínseca.

 

Pedro – @umcartao

Print

O Um Cartão nasceu há pouco mais de um ano, em maio de 2014, por causa da grande necessidade do autor em abreviar sentimentos. Não no sentir, já que ele considera ótimo ser extenso nas coisas do coração, mas no passar para o papel e se fazer entender. Foi então que teve a ideia de transferir a interpretação, que antes era só dele, para as pessoas. Aprendeu com os cartões que a gente pode sim sair de si pra marcar o outro. Aprendeu que um cartão pode mudar tudo. Literalmente.

 

Lucas Cândido Brandão – @blogdolucao

PrintEm 2006, criou o blog Abra o Bico para tentar diminuir a timidez e a escrita acabou virando uma paixão, um vício.  Goiano e publicitário, hoje escreve diariamente sobre os mais diversos temas, mas amor e saudade são seus preferidos. Os dez anos de história com a escrita viraram livro, que mistura versos antigos com inéditos do escritor.

 

Fábio Maca – @fabiomaca

Um Tanto de Fé - Fabio MacaÉ calígrafo e gosta de dizer que arrisca poetizar (não só arrisca!). Faz da caligrafia sua linguagem e acrescenta um olhar de design, arte, moda, arquitetura e a da própria publicidade – onde atuou por 15 anos em grandes agências. Junto a esta visão da caligrafia mais artística, há uma missão bem prática, onde trabalha para ver mais letras na vida das pessoas.

 

Alessandro Novello – @letrasgarrafais

Verdades Caladas - Letras Garrafais

Paulistano, publicitário, autodidata, vive aprendendo a viver, a trabalhar e a se divertir. Casado, pai de dois filhos, observador da cidade e admirador de gente. Começou sua carreira entre tintas e pincéis, como cartazista de supermercado. Há mais de 25 anos atua na área de comunicação. Como todo criativo é cheio de projetos meio começados, meio nas gavetas, meio na cabeça. Idealizador do Letras Garrafais, projeto de gentileza urbana criado em fevereiro de 2015.

Poesia&Caligrafia
Urban Arts – Rua Barbosa de Freitas, 1050 – Meireles
11 a 18 de novembro (segunda a sábado das 10h às 19h)

Guia de gastronomia das Ruas Norvinda e Sabino Pires – parte 2

Passar um tempinho nas ruas Norvinda ou Sabino Pires é também apreciar um momento de calmaria em plena Aldeota. Há poucos quarteirões dali, fica a Avenida Santos Dumont com todo o seu tráfego, barulho, caos e crescimento vertical. Por isso, apesar da dificuldade para estacionar naquela região, as ruazinhas se tornam uma ótima opção para refeições tranquilas e mais descontraídas.

Dando continuidade ao nosso guia gastronômico, aí vão mais dois cantinhos que ganharam nossos paladares – e corações.

Santo Açaí

Particularmente, um lugar que vende açaí já tem 90% de chances de me conquistar. Mas se, além de um produto de qualidade, o ambiente é ótimo e o atendimento idem, tem como não querer ir pelo menos uma vez por semana? O Santo Açaí me conquistou de cara, com um menu saudável variado que inclui diversas saladas e sanduíches naturais.

blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-21 blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-23 blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-22blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-20blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-19blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-18blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-24

Apelo – Piadineria

Sabe quando você entra num lugar e percebe que cada mínimo detalhe foi pensado com o máximo de carinho? Assim é o restaurante Apelo, comandado por Rômulo (chef) e Jessica. O casal recebe os clientes como quem recebe amigos em casa: com muita simpatia e pratos deliciosos, ao estilo “comfort food”.

A decoração do lugar é um charme a parte e conta com artes de artistas locais que admiramos muito, como a ilustradora J. Araripe e o artista plástico e grafiteiro Leandro Alves (Filtro de Papel).

Além disso, o local é pet-friendly. Desde que sejam mansinhos, pode levar seus bichinhos à vontade!

Viu como essas ruazinhas da Aldeota estão cheias de bons motivos para receberem sua visita? 😉

blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-28blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-27blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-31blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-29blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-35blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-34blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-32blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-30blog-desenroladas-gastronomia-fortaleza-aldeota-25

Quer ver a primeira parte do Guia? É só clicar AQUI! 

Look Gabi
Vestido: Love Luxo

Look da Clara
Vestido: Florinda