Desenroladas


Mundo do ballet inspira coleção de Make B.

urbanballet-desenroladas

Não é novidade para ninguém aqui a nossa paixão pela dança. Eu, Gabi, há pouco mais de um ano resolvi entrar no ballet para adultos iniciantes e, desde então, essa tem sido minha grande paixão (e também meu maior desafio). Então, não é a toa que fiquei super encantada desde a primeira chamada na TV pela nova coleção de Make B. O Boticário, a Urban Ballet.

A dualidade presente no dia a dia da mulher moderna (que são muito bem representadas pela dança, que reúne a leveza e a força) foi o ponto de partida para a criação de Make B. Urban Ballet. Ao todo, a coleção apresenta 23 itens que permitem múltiplas possibilidades de looks – batons, mousses labiais, sombras, delineadores, máscara para cílios, lápis para olhos, pó translúcido, duo blush, mousse facial e esmaltes, além de uma fragrância e três acessórios – dois kits de cílios postiços e nécessaire.

Batons com sapatilha de ponta

urbanballet-desenroladas2O item da coleção que mais encanta, com toda certeza, é o batom com formato de sapatilha de ponta (R$ 39,99)! Com textura cremosa, estão disponíveis em quatro cores  – Lace Wine (o da foto), Lace Plum, Lace Salmon e Lace Rose. Os produtos oferecem alta cobertura, hidratação por 24 horas e FPS 25/UVA+++. Mas como faz com a pena de usar para não gastar a sapatilha?

Outras novidades

urbanballet-desenroladas3

Outra inovação que Make B. Urban Ballet traz é o novo visual dos Quartetos de Sombra (R$ 75) e do Duo Blush Plié (R$ 72 – apaixonada até pelos nomes). Eles chegam em embalagem quadrada e com compactação que lembra o trançado da fita das sapatilhas das bailarinas, traduzindo o conceito da coleção. O Duo Blush Plié traz a junção de duas tonalidades – bronze e rose – ideais para todos os tons de pele. De textura macia, o item destaca pontos específicos da face de forma sofisticada e natural. Já o Delineador Líquido (R$ 46,99) traz o diferencial do efeito metálico com duas opções de cores – ônix e bronze.

Ah, a sapatilha das fotos é minha. Mais um sonho realizado com o ballet: subir na ponta pela primeira vez aos 30 anos! Depois conto mais sobre isso para vocês por aqui. <3

Black Power: Entrevista com a fashionista Luiza Brasil

LUIZA-BRASIL-ALTA

De olhos expressivos e cabelos deslumbrantes”. Essa é a descrição do perfil da jornalista Luiza Brasil, de 26 anos, em seu instagram (@mequetrefismos). Precisa algo mais? Aqui, ela dá dicas para manter o penteado afro em um bate-papo repleto de orgulho, empoderamento e girl power!

Desenroladas – Como teve início seu interesse pelo universo da moda?

Luiza – Surgiu quando eu tinha uns 12 anos. Desde novinha tive apreço por garimpar peças diferentes e “resgatar” em armário da mãe, avó e tias elementos “fora do quadrado” para incorporar ao look. Sempre adorei itens que explorassem minhas raízes africanas.

D – E os cabelos, sempre foi adepta de penteados impactantes? Se sim, quais os principais cortes ou penteados que usou anteriormente?

L – Sim! A primeira vez que vi as tranças rastafari foi aos 5 anos, em uma foto de quando minha mãe era bem jovem. Fiquei doida para fazer no ato! Minha mãe tinha medo de eu desistir, achar dolorido, coisas do tipo por eu ser muito novinha, mas fiquei firme e forte fazendo minhas “trancinhas”!

D – Como escolheu o penteado afro atual? Ele costuma chamar atenção nas ruas?

L – A trança afro é extremamente demorada de se fazer e retirar. Não aguentava mais passar praticamente dois dias fazendo o penteado e, por isso, minha cabeleireira, a Cida Martins me deu a opção de fazê-las mais grossas, o que salvou minha vida! Chama bastante atenção, sim, mas hoje em dia é algo mais comum de ser desfilado pelas ruas do que há 10 anos atrás. Ainda existem pessoas que “achincalham” o visual, mas não se compara ao número de gente que admira e elogia, que é muito maior.

D – E a manutenção das tranças, é um processo complicado? Você mesma faz ou tem ajuda profissional? Conta pra gente como é a sua rotina capilar.

L – Não é complicado, mas é demorado. Leva-se em torno de 5 horas para retirar e umas 6 horas para a colocação – no meu caso. Faço há praticamente 20 anos com a mesma profissional, a Cida Martins, especialista em cabelo afro no Rio de Janeiro. No dia a dia, lavo em torno de 3 vezes por semana com shampoo sem sal e anticaspa.

D – Vi que algumas seguidoras no seu Instagram perguntam sobre a manutenção dos seus fios. Como é essa relação com as seguidores e quais as dúvidas mais frequentes que recebe?

L – Eu adoro essa interação e sempre tento incentivá-las (os) a fazer penteados afro e assumir o cabelo natural. Entre as dúvidas mais frequentes estão a manutenção diária e indicação de profissionais!

D – Você acredita que o modo de vestir e usar o cabelo são uma forma de expressar a sua identidade? Se sim, de que forma seu cabelo atual a representa?

L – Sem dúvidas! Para mim, o meu cabelo, seja com trança, seja solto, representa o orgulho das minhas origens africanas, a força, a criatividade do meu povo e todo o valor de sua história.

D – O que você acha de alguns movimentos de afirmação da cultura afro que são contra o uso, por exemplo, de chapinhas e tratamentos de alisamento? Sua escolha de penteado atual tem alguma relação com isso?

L – Acho que todo mundo tem o direito de usar o que quiser, desde que não fique escrava de um penteado e que aquilo se torne uma condição para uma aceitação. Sempre fui criada para ter muito orgulho da minha pele e cultuar minha crespice, por isso, nunca optei por processos químicos como o alisamento.

D – Quem são seus ícones de estilo?

L – Solange Knowles, Rihanna, Julia Sarr-Jamois e M.I.A.

D – Para finalizar, que dica você daria para quem está com vontade de adotar um corte, cor ou penteado mais diferente?

L – Para quem quer adotar penteados afro, a primeira dica é não encará-los como “diferentes”, mas sim, como um visual repleto de história e naturalmente exuberante. Inovar, mudar é sempre bom, uma forma de circular novas energias e de nos rejuvenescer. Para que essa mudança seja ainda mais positiva, é sempre bom ter a ajuda de um profissional de confiança, seja aquele que te acompanha há anos, seja uma boa indicação. 🙂

IMG_2477

Nativa SPA: óleo extraordinário

IMG_6522

Admiradas pelos seus cabelos sedosos e pele impecável, as mulheres indianas sempre foram sinônimo de beleza. Inspirado nessa exuberância, O Boticário desenvolveu a nova linha Nativa SPA Óleos Indianos que traz um portfólio completo com oito produtos de cuidados para cabelo e corpo. Recebemos alguns produtos da linha para o corpo e para o cabelo e já estamos complemente apaixonadas por eles!

Desenvolvidos para proporcionar mais força, nutrição e beleza, os produtos também trazem, em suas fórmulas, ingredientes típicos do país, perceptíveis nas texturas e fragrância. “O Acorde Marigold traz a cremosidade floral do jasmim, o frescor especiado do cardamomo e o toque exótico e envolvente da Davana da Índia, uma das tradicionais oferendas nos rituais ao Deus Shiva, a divindade da transformação”, explica a gerente de categoria Cuidados Pessoais de O Boticário, Aline Mori.

Dica da Clara: Linha corpo

IMG_6526

Como a embalagem propõe, a aplicação desse produto merece mesmo um ritual. O mel esfoliante tem um cheirinho delicioso, esfolia a pele suavemente e também hidrata. Após a lavagem, a pele fica com uma textura levemente oleosa, então só indico para quem gosta dessa sensação. Eu, Clara, estou gostando tanto que uso cerca de três vezes por semana – sempre com uma trilha sonora incrível e com direito a incenso depois, para relaxar bastante antes de dormir.

Dica da Gabi: Linha cabelo

IMG_6531

Eu, Gabi, fiquei com o shampoo e condicionador da linha. Segundo a marca, eles foram desenvolvidos inspirados no hábito das indianas de cuidar dos fios com óleos especiais. De olho nisso, Nativa SPA desenvolveu quatro produtos – óleo capilar, shampoo, condicionador e leave in – que tornarão as madeixas mais fortes e hidratadas. E olha, o que esse shampoo e esse condicionador fizeram em meus cabelos recém mechados foi mesmo que um milagre! Já vinha brigando com o ressacamento que as tinturas vinham causando no meu cabelo há tempos e, quando recebemos os produtos, tinha acabado de passar por mais uma química para voltar ao loiro. Ou seja, cabelo mega mal tratado! Desde então tenho usado os dois produtos e o resultado foram fio super hidratados, brilhosos e com um cheirinho delicioso. Não largo mais (espero que não saia tão cedo de linha)!!!