Desenroladas


Natura Ekos Murumuru: a beleza dos espinhos

“Quando se vê os produtos prontos, não se tem ideia da história que tem por trás”. Há pouquinho tempo, falamos aqui no post da FIA {oficina de artesãs} sobre o papel do consumidor nessa cadeia de responsabilidade social que o mercado vem se preocupando cada vez mais (ainda bem). E é nesse ponto que a nova linha de Natura Ekos Murumuru nos chamou a atenção, por ir “muito além do produto”. (aspas retiradas do vídeo acima).

Processed with VSCOcam with f2 preset

Durante a apresentação da nova linha em Fortaleza, além das qualidades no tratamento dos cabelos, um detalhe chamou a atenção: a influência que a exploração dessa árvore que até então “só servia para furar os pés das pessoas” trouxe na vida dos produtores na Amazônia. Não é novidade a preocupação da Natura, principalmente em se tratando da linha Ekos, em relação à diminuição do impacto negativo na natureza com seus produtos, seja estimulando o mínimo descarte de embalagem, apostando nos refis ou não testando em animais. Mas esse ciclo que inclui a marca como mediadora e o nosso papel como consumidor para transformar a vida dos produtores se tornou ainda mais importante nessa linha.

Os frutos de murumuru só são colhidos pelas comunidades quando ficam maduros e caem no chão. A polpa se torna alimento para os animais da floresta, e de sua semente é extraída uma manteiga de cor amarelada. O manejo do ativo é feito por 400 famílias de comunidades agroextrativistas na região do Médio Juruá, no Amazonas, berço da linha Natura Ekos e com a qual a Natura se relaciona desde o lançamento da marca, há 15 anos.

O lançamento de Natura Ekos Murumuru está inserido no Programa Amazônia, que tem entre seus compromissos a meta de ampliar o uso de matérias-primas da sociobiodiversidade brasileira. Estabelecido em 2011, o programa busca o fortalecimento das comunidades tradicionais da Amazônia e investe em um modelo de desenvolvimento que assegura a floresta em pé.

Ou seja, é saber que o que você está comprando faz parte de uma cadeia que respeita quem produz e fará diferença na vida daquelas pessoas. É ou não um elemento fundamental na hora de decidir sobre qual produto levar?

Tem mais!

A sustentabilidade permeia toda a cadeia produtiva da linha – da colheita do ativo até as embalagens. O Shampoo de Natura Ekos Murumuru, por exemplo, tem frasco elaborado com 100% de material reciclado pós-consumo. Já o pote da Máscara de Natura Ekos Murumuru é composto por 50% de PET reciclado pós-consumo e 50% PET Verde 30, que possui em sua composição 30% de material de origem vegetal renovável.

natura ekos murumuru shampoo_still_por_out15

embalagem produzida 100% por material reciclado. A cor mais escura da garrafinha? A causa vale!

Durante o encontro, nos foi comentado que alguns clientes não gostavam da coloração da embalagem do shampoo, que por ser reciclada traz uma cor mais escura. Legal mesmo é saber que a Natura manteve a embalagem reconhecendo a importância da reciclagem e apostando na compreensão das clientes. Outro detalhe é que as informações adicionais vem no próprio produto, sem a necessidade de nenhuma “caixinha” que seria logo descartada após a compra. Quem já parou para pensar nesse descarte na hora de comprar um produto de beleza?

Sim, mas e os cabelos?

Ah, também não adianta o papel social se o produto em si não tiver qualidade, não é? Pois bem! A principal inovação da nova linha de produtos Natura Ekos Murumuru é a alta afinidade com a fibra capilar, com propriedades singulares para recuperação dos fios. Nos laboratórios da Natura, foi criado um portfólio completo para o tratamento dos cabelos danificados, com benefícios comprovados.

natura ekos murumuru agrupados2_still_por_out15

Para os cuidados diários, o Shampoo e o Condicionador de Ekos Murumuru limpam e hidratam os fios. Para a proteção dos fios, a linha traz a Pasta Pré-Shampoo, enriquecida com proteínas, que condiciona e forma um escudo protetor, evitando a quebra dos fios. Para finalização do tratamento, o Creme para Pentear deixa os fios menos quebradiços e repara as pontas duplas.

Para tratamento profundo, a linha oferece três produtos: Ampola, Máscara e Manteiga Concentrada, que reconstroem profundamente os cabelos, oferecendo um tratamento perfeito para os fios que passam frequentemente por processos químicos, como alisamento e tintura.

Para os cabelos que necessitam de cuidado intensivo de reconstrução, indica-se o uso da Manteiga Concentrada em conjunto com a Máscara. Juntos, os dois produtos aumentam significativamente a espessura do fio, deixando-o reconstruído, macio e saudável. Ufa!

Os preços vão de R$ 17,50 (refil) a R$ 39,40.

Serviço:

Produtos da marca Natura podem ser adquiridos pela Revista Natura ou pela Rede Natura www.redenatura.net. Para encontrar uma Consultora Natura por perto, os consumidores podem enviar um SMS gratuito com a palavra Natura para 28128. Para mais informações sobre a empresa, visite www.natura.com.br e confira os seus perfis nas seguintes redes sociais: Linkedin, Facebook, Twitter e Youtube.

Liberdade feminina em pauta na nova campanha da quem disse, berenice?

Recentemente, o Think Eva promoveu uma pesquisa com a proposta:  “O que as mulheres mais conectadas pensam sobre a publicidade”. E o resultado foi o de que nos tornamos indiferentes à propagandas veiculadas atualmente, com 62,4% das participantes respondendo que os comerciais despertam mesmice. Tanto tempo não nos sentindo representadas, que passamos a ignorar a publicidade, que já não nos afeta nem positiva nem negativamente.

“Ainda que uma representação mais humana, responsável e cuidadosa seja essencial e urgente por motivos óbvios, os resultados salientaram a necessidade de uma mudança na forma como as marcas falam com as mulheres simplesmente porque fórmulas tradicionais não funcionam mais. Mesmo comercialmente, elas perderam o impacto e vão direto para a “caixa de spam” da mente das consumidoras.”, diz Juliana de Faria, uma das sócias da Think Eva

Na pesquisa, 55,7% indicaram não ter visto nenhuma propaganda que tenha chamado a atenção recentemente e o desejo mais expressado foi a de uma comunicação mais inclusiva e que contemple suas necessidades. Ao retratar mulheres, inteligência é a principal característica que as respondentes gostariam de ver nas peças publicitárias (85,8%), seguida por independência (72,4%).

E aí contei tudo isso pra falar sobre uma campanha que fez com que eu parasse e prestasse atenção na propaganda até o fim. E me sentindo representada! Foi a nova campanha da quem disse, berenice?, que se baseou na ideia de que mulheres já tem “não demais” em sua rotina e questionou paradigmas (que, claro, incluem maquiagem, mas que vão além). “A marca sempre falou de liberdade e ao mesmo tempo teve contato com muitas histórias de mulheres que deixavam de fazer coisas por acreditarem que algo ‘não era pra elas’. A campanha vem para encorajá-las a perceberem que tudo o que quiserem será para elas”, explica Gustavo Fruges, gerente de comunicação e branding de quem disse, berenice?. Aqueles dois pontos acima citados, se fazem presentes no discurso da campanha.

quemdisse

Com um time heterogêneo (que inclui a maravilhosa Ju Romano), me vi representada naquelas mulheres e naquele discurso. O feminismo precisa entrar na agenda da publicidade, para quem sabe possamos voltar a nos encontrar nas páginas de revistas e comerciais. Ah, e que não aconteça somente em propagandas de maquiagem ou moda, hein?

Colorindo as ruas

desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-9

Entre ruas e luzes da cidade, apresentamos nossas novas cores de cabelo. Resolvemos nos jogar na tendência “rainbow hair” e investir em tons fantasia em nossos fios. Ainda vamos mostrar por aqui como foi o processo e dicas para quem quiser entrar na onda também.

Mas o processo de mudar o cabelo também influencia no modo de vestir. Buscamos em nosso guarda-roupa o que poderia ficar bem com o novo visual. A Gabi investiu no minimalismo, que deu destaque ao tom pink dos fios. Já a Clara encontrou no cabelo roxo o encontro perfeito com um vestido que ainda não tinha sido estreado. E saímos por aí, desbravando a cidade e nos “reapresentando” a ela.

Look da Gabi

desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-1 desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-2 desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-3 desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-4 desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-5 desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-6 desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-7 desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-8

Cropped: ACR | Saia: Ahaze | Sandália: Melissa | Colar: Forever 21

Look da Clara

desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-18desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-17desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-16desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-21desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-14desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-19desenroladas-look-pastel-rainbow-hair-cotton-candy-12

Colar: Florinda | Brincos e vestido: Emme | Sandálias: Melissa