Desenroladas


O potencial do Ceará – Concurso Novos Talentos do Dragão Fashion Brasil

Este mês, o Dragão Fashion reuniu um seleto time de estilistas. Mas são os estudantes do Concurso de Novos Talentos que trazem um olhar inovador para a moda brasileira

Uma moda de cabeça e asas abertas, que evidencia na roupa seu aspecto mais lúdico e teatral. Essa é a proposta do Dragão Fashion Brasil, o maior evento de moda conceitual do País, que esse ano voltou ao seu local de origem, o Centro Dragão do Mar, trazendo desfiles de nomes como Lino Villaventura, Mark Greiner e Lindebergue Fernandes.

Além de estilistas já consagrados no cenário nacional, o “DFB” também promove o Concurso de Novos Talentos, que já revelou nomes importantes da moda local como os próprios Mark e Lindebergue.

PASSARELA_CONCURSONOVOS_FANOR_foto(3)Consagrada com o primeiro lugar, a equipe da FANOR criou uma mulher mítica
nascida da união entre um Dragão e uma Fênis

A competição é realizada entre grupos de escolas de moda de todo o Brasil que, sob a orientação dos membros do corpo docente da sua instituição de ensino, criam uma coleção especialmente para o evento. Para 2013, o desafio do concurso foi representar na passarela o tema “Onde há fumaça, há fogo”.

A proposta era que a equipe fizesse uma viagem na própria história do evento, que completou 15 anos, reverenciando o jangadeiro abolicionista Chico da Matilde, o Dragão do Mar – figura mítica da história cearense. Este ano, participaram oito instituições de ensino, entre elas faculdades do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Paulo.

PASSARELA_CONCURSONOVOS_ESTACIOFIC_foto(3)A FIC revencia Chico da Matilde e garante o segundo lugar no concurso

Estilo cearense

Com as luzes apagadas, tendo um telão de LED como única iluminação, convidados e imprensa ouviram de Cláudio Silveira, a mente criativa por trás do evento, as considerações finais do Dragão Fashion e o anúncio da lista de vencedores do concurso. E só deu Ceará! Faculdades Nordeste (Fanor), Centro Universitário Estácio FIC e Faculdade Ateneu, ocuparam, respectivamente, o pódio da disputa.

Como prêmio extra, receberam uma salva de aplausos sinceros de um público antenado e cheio de orgulho das criações maravilhosas saídas das mentes de talentosos estudantes.

Criações

A Fanor, consagrada com o primeiro lugar, levou à passarela a união entre um Dragão e uma Fênix, fazendo surgir assim uma mulher mítica que inspira a coleção “Fruto das Chamas”. “Escolhemos o segmento de festa e foram usados materiais como tule, metal dourado e plumas”, destacou o professor e orientador da equipe Wikaro Lima.

Sob a saudação “Onirê meu Chico”, a equipe da Estácio FIC reverenciou Chico da Matilde. “Priorizamos matérias-primas naturais e regionais, como fibra de coco, linho e couro”, contou Karine Façanha, professora do curso de Design de Moda e orientadora do projeto.

Outro destaque da coleção vai para a atenção aos detalhes: o acabamento certeiro foi pensado a longo prazo, pois todas as peças do desfile serão expostas, posteriormente, na faculdade.

PASSARELA_DFB2013_ATENEU_FOTO(8)A modelagem foi o fio condutor da coleção criada pela faculdade
Ateneu, intitulada “O balanço da liberdade”

Já a coleção “O balanço da liberdade”, dos alunos da Faculdade Ateneu, representou a história de Chico da Matilde tendo a modelagem como fio condutor. Se no início os looks eram justos e adornados por correntes, remetendo aos tempos de escravidão, aos poucos a passarela ganhava a fluidez de tecidos como o shantung de seda, em alusão à liberdade.

Com a nossa história contada por tantos olhares e com tanto talento, podemos ter a certeza de que, se esses estilos são o futuro da moda nacional, estamos muito bem representados. Afinal, naquela noite de desfiles, quem nos ensinou foram eles.

desenroladas230413-p4e5-dragao

Bons achados no Bazar La Boutique – Descontos que valem a pena

O Bazar La Boutique chega à sétima edição seguindo a tradição de oferecer descontos incríveis. Com disposição e paciência, é possível fazer ótimas compras, gastar pouco e sair com muitas sacolas

IMG_2737Blusa e calça da Piorski custarão apenas 29,90 cada

Cheio de novidades, o Bazar La Boutique estreia novo espaço, amplia o número de marcas e apresenta uma eclética programação cultural, musical e gastronômica. Mas o que realmente atrai a atenção são os descontos que chegam a 80%.

_DSC5396Vestido com recortes Jolie estará a venda por R$69,00

Roupas, acessórios, sapatos, beach wear, sleep wear… . Para esta sétima edição, o BlB aposta em novas marcas, dentre elas Colcci, Due Store, Outlet Hope, R. do Sol, Turma da Malha, Nyx, Crocs. A variedade de opções é tão grande que nós selecionamos aqui alguns achados.

_MG_0155A R.do Sol oferecerá , além dos descontos, muitas surpresas às clientes conectadas com as redes sociais

A dica é vestir e calçar algo confortável e ir com calma e paciência para o evento. Para encontrar boas ofertas, é preciso um olho atento e muita disposição. Preste atenção nas tendências, na qualidade das peças e faça as contas. Assim, sem dúvida, você fará boas compras no Bazar.

mercatto1Vestido Mercatto custará apenas R$29,90

Mais informações
Bazar La Boutique

Dias 25, 26 e 27 de abril, das 10 h às 21h, no Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999, Guararapes). Entrada: R$ 5,00. (3247.4098).

Desenroladas230413-p3-bazarlaboutique

Um novo momento

Como vocês já perceberam, as Desenroladas estão passando por um novo momento. Muitas pessoas nos perguntaram pra onde estava indo a Karine e queriam saber mais sobre a Clara. Esse momento chegou e na coluna de hoje cada Desenrolada contou sobre sua história com esse nosso espaço!

Karine Zaranza

9070b1a02cee6e78ecc51b76d4a766e3“Quando começamos, Gabi e eu, a planejar esse espaço, tínhamos um desafio profissional nos impulsionando, uma enorme vontade de aprender um mundo de coisas novas e de fazer um jornalismo de moda que acreditávamos e que nos agradava. Tínhamos medo também, hoje confesso a vocês. De fato, aprendemos no fazer diário a produzir um editorial de moda e de beleza, construímos uma identidade, fomos atrás de saber mais, de estudar moda. Como “desenrolada”, conheci uma porção de gente criativa, entrevistei profissionais que fazem a diferença e ampliei meu olhar para a moda. Não vou esquecer nosso primeiro editorial sobre short, nem o que fizemos em homenagem aos anos 70, muito menos nossa produção de moda praia e a de final de ano. Entrevistar Ronaldo Fraga, Jum Nakao, as meninas do Oficina de Estilo, entre tantos outros nomes, me dá orgulho. Agora, saio do mesmo jeito que entrei. Saio do jornal e da coluna para tocar com uma outra dupla amiga uma empresa de comunicação e eventos, a Pah!. Saio já saudosa de tudo isso, mas com a certeza de que a gente vai se encontrar várias vezes. Obrigada, queridos leitores, pela paciência e incentivo de sempre.”

Clara Dourado

2740141545b2e3b882dba0d286840e31

Em 2011 fiz minha primeira colaboração para a coluna Desenroladas. A convite da Gabi e da Karine, assinei o styling do editorial “Saia com tudo”. Alguns meses depois, fui entrevistada para uma pauta que não poderia ser mais a minha cara: uma matéria sobre “ousadia capilar”. E se tem uma coisa que eu não tenho medo é de mudar corte, cor e textura de cabelos. Aliás, essa é uma das coisas que mais amo na moda enquanto consumidora: a possibilidade de brincar com os conceitos e testar novas ideias. Já na minha porção jornalista, curto investigar o fenômeno das tendências e como estas são geradas ou assimiladas pelos distintos grupos sociais. Já diria Chanel que “moda que não chega às ruas não é moda”. E de onde vêm essas tais tendências? As inspirações são as mais diversas. Da música à política, tudo vale para as mentes criativas que impulsionam o mercado da moda. E nada como o trabalho coletivo para impulsionar a sede por novidades! Aqui na coluna Desenroladas quero unir forças com a Gabi para construir um jornalismo de moda acessível e altamente inspirador. O desafio foi aceito!”

Gabi Dourado

GABI“Tudo começou com um desafio e, antes que o medo nos dominasse, eu e a Karine agarramos essa oportunidade com todas as forças. As Desenroladas não nasceram apenas nessas páginas, mas cresceram também dentro da gente e nos levou a evoluir profissionalmente. Fomos em busca de estudar as teorias enquanto estávamos colocando a mão na massa e, durante esse processo, vimos a cada semana essa coluna se desenrolar com a nossa cara. Em meio a um turbilhão de emoções, me vi então sem a minha companheira de loucuras, projetos e gargalhadas. Mas as Desenroladas sempre foram plural, e assim deveria continuar. Esse espaço nasceu e vem sendo construído por duas mentes criativamente malucas e a quatro mãos. Sendo assim, hoje me encontro dividida pela tristeza com a saída da Karine e pela alegria de trazer a Clara para ficar com a gente. Esse nosso mundo que é alimentado com tanto carinho vai ganhar outros ares sem nunca, porém, perder a identidade construída por quem idealizou e começou toda essa história. Muito boa sorte na sua nova empreitada, Ka. E seja bem vinda, Clara.”