Desenroladas


Elas fizeram história na moda cearense, mas a deixaram – Piorski

Foram exatos 10 anos de marca em que a Piorski contou, junto com sua trajetória, um pouco da história da moda cearense e da força das redes sociais para o mercado. Em 2005, o fotolog estava no auge e as feiras ali pelo Dragão do Mar revelaram um talento: Adriana Piorski. A jovem estilista postava nas redes sociais suas peças, entre roupas e acessórios, e todo mundo enlouquecia com aquele estilo que brincava com mistura de estampas, babados e muita fofurice.

O sucesso foi tanto que, lembro, as bolsas de tecido com broches de feltro estavam por toda parte e cópias (“inspired” ainda não era um termo muito usado na época) pipocaram por aí. Não sei a que ponto isso era positivo comercialmente para Adriana, mas não deixava de ser um termômetro de que uma iniciante no mercado chamava tanta atenção, mesmo sem loja própria ou grandes recursos.

09

A Piorski também esteve no Dragão Fashion de 2008 a 2011, tanto desfilando como na feira de novos talentos da semana de moda de Fortaleza. Foi lá, na área de exposição e vendas, que Adriana destaca como divisor de águas para a marca, uma vez que havia acabado de se formar e lá que pôde mostrar seu conceito e suas ideias.

Também temos uma relação pessoal com toda a equipe da marca. Lembro quando encomendei por Fotolog a minha desejada bolsa de tecido e, no início da faculdade, fiz uma entrevista com a Adriana sobre sua história. A Clara posou diversas vezes para catálogos e lookbook, quando elas só podiam contar com o apoio das amigas para as fotos. Tivemos parceria do blog quando a loja do Del Paseo abriu e acompanhamos de perto toda essa trajetória. Mas, assim como a Melca e a Cajuína, mesmo com a visibilidade e o aparente sucesso, a Piorski também encerrou sua empreitada na moda cearense! Saiba porquê nesse último post da série:

Adriana Piorski manteve a marca durante 10 anos. Hoje dedica-se à gastronomia

Adriana Piorski manteve a marca durante 10 anos. Hoje dedica-se à gastronomia

A marca Piorksi tinha uma identidade super forte. Como a marca representava o estilo das meninas da época?

Quando comecei, estava no início do boom das redes sociais, com o fotolog e orkut.. Eu era recém formada e não tinha grana, tinha acabado de ser “despejada ” pro mercado e estava meio sem rumo. Tinha 21 anos na época, eu era “girlie”. Então, querendo ou não, como era tudo muito novo e sem direcionamento pra mim (digo em termos de mercado profissional) tive que optar por transformar as roupas no estilo que eu gostava de vestir, se agradasse e vendesse, aí eu estava feita.  Graças a Deus, vendeu! Lembro bem que sempre contei isso, que essa minha participação só na área de vendas no Dragão Fashion, fiz toda a coleção no meu tamanho, pois caso não vendesse, pelo menos tinha renovado meu guarda-roupa.  Eu acho que tive sorte, inconscientemente consegui captar qual era o momento da moda na época, as meninas estavam bem no auge da onda fofa, estavam saindo da moda do jeans always e querendo voltar a usar vestidos, saias e estampas. Enfim, olhando pra trás, consigo enxergar bem que foi um momento mesmo de transição da moda feminina.

No início da marca, as amigas eram as modelos. Olha a Clara aí!

No início da marca, as amigas eram as modelos. Olha a Clara aí!

Você começou a fazer sucesso pelo Fotolog. Como as redes sociais colaboraram para a sua marca durante esse tempo?

(more…)

Purpurina: Nova marca cearense tem foco em saias de tule e fantasias

Bem a tempo para o Carnaval 2016, surge uma nova marca de fantasias no cenário alencarino: a Purpurina. O diferencial fica por conta das saias de tule (sim, isso mesmo! tipo tutus de ballet!), que podem ser usadas em diferentes versões de fantasias. Não é genial? Neste início, a marca conta com visuais clássicos do período carnavalesco em versões super estilosas, como colombina, pirata, mágica, fada verde, bailarina, princesa, mímica e bandida e também duas personalidades históricas que amamos: Carmen Miranda e Frida Kahlo.

Saiba mais sobre a Purpurina no Instagram ou no Facebook e veja aqui algumas das nossas produções favoritas da marca:

12622306_1667525463464474_4322034184262507791_o12622011_1667354736814880_7448205009831267042_o12493528_1667500396800314_3339872777736897480_o12525199_1667373416813012_9019761871145463928_o12489369_1667355190148168_6379682812255430009_oIMG_1344_baixa (1)12493809_1667525716797782_1621317023911927226_o

Nós já escolhemos as nossas e mal podemos esperar para curtir a folia todas trabalhadas na Purpurina! 😉

Look com turbante e entrevista sobre lenços para o programa “Destaque VM”

Esta semana fui convidada pela equipe da publicitária e jornalista Márcia Travessoni a participar de seu quadro no programa “Destaque VM“, da TV Verdes Mares. A pauta é a minha cara: lenços! Se tem um acessório que acompanhou minhas diversas fases capilares sem nunca deixar de ser um grande aliado, é esse. Principalmente agora, que estou deixando o cabelo “pixie” crescer um pouco e os fios tendem a ficar meio desajeitados. Amo usar lenços em forma de turbante, o que também é uma maneira de incorporar no meu cotidiano uma homenagem à minha herança afro.

Para o dia da entrevista, apostei no turbante e também no mix de estampas, para falar de como este pequeno acessório pode acrescentar uma informação de moda impactante ao visual. O look é total da coleção Alto Verão 2016 da Florinda (atualmente nas lojas da marca) e inclui outras duas peças que eu curto há muito tempo, mas que ando ainda mais apaixonada nos últimos meses: blusa com decote ombro a ombro (ciganinha) e saia midi em estilo “ladylike” (bem anos 50).

Quem me ajudou com as fotos foi minha mamãe, Lila Dourado, que foi toda fofa me acompanhar (e dar apoio moral! rs) para a entrevista. <3

Assista à entrevista hoje (16/01), às 13h, no programa “Destaque VM”, na TV Verdes Mares (subsidiária da TV Globo no Ceará).

Atualização: Clique aqui para assistir a matéria completa no site do site G1 da Globo!

Lucas Magno, produtor do programa e uma pessoa querida por nós! <3

PS.:

O local escolhido para a entrevista foi um dos meus cantinhos prediletos para aproveitar uma tarde de domingo em fortaleza: a Praça Bisão (Av. Beira Mar, 4364 – ao lado da Toca do Açaí). É uma pena, durante a semana, o local fique bastante abandonado, sem policiamento constante e acumulando montes e montes de lixo. =/

Em tempo:

A moda cearense que valoriza a identidade local também foi pauta recentemente no “Destaque VM”, incluindo as marcas Le Sergic, Fridíssima e Expedita. Clica aqui para ver o vídeo!