Desenroladas


Especial DFB | Street Style com looks Gender Bender

image
Foto: Rafa Eleuterio

Gender Bender: Aquele que distorce a definição de “gênero sexual”, ou seja, o que não está nem aí se determinada coisa é “de menino” ou “de menina”. Garotos que usam saias, leggings ou saltos, garotas que preferem peças feitas inicialmente para meninos… Conhece alguém assim? Nós encontramos vários gender benders no Dragão Fashion Brasil e conversamos com eles sobre a moda livre de diferenciações de gênero. E não é que eles são super conscientes de que estilo vai além de qualquer definição? Vai rolando a tela pra baixo e vem conhecer esses lindos, leves, livres e estilosos!

image imageDaniel Peixoto, cantor (Fotos: Rafa Eleutério)

“Sou super adepto à mistura de gêneros. Sempre uso calças, jaquetas e shorts ditos femininos, pois caem melhor em mim. Mas ainda temos muita estrada para percorrer até as pessoas venderem só a roupa, sem gêneros ligados. Eu vim do interior do Ceará e lá as pessoas chegavam a achar que eu era travesti. Mas nunca quis ser uma mulher só por usar roupas femininas ou maquiagem. Achei super bonitinho, inclusive, quando o filho do Will Smith falou sobre isso porque estava usando um vestido e respondeu: ‘não são roupas de meninas, são apenas roupas'”.

IMG_9449menor IMG_9450menorRenan Lutiane (Fotos: Rafa Eleutério)

“Não ligo para valor, gênero ou marca – ligo mais para o que sinto no dia. Antes de sair você mesmo se julga para saber se está bem vestido, e sempre vai ter alguém que vai te olhar, mas eu deixo pra lá. O que eu gosto, eu uso, não ligo para o que a sociedade diz que é masculino ou feminino.”

imageEduarda Carauta

“Me identifico muito com essa proposta de usar roupas independente de para quem elas foram originalmente pensadas. Sempre uso só um camisetão ou a camisa de um amigo, às vezes até amarro uma na cintura. E uso muita bota! Aliás, aboli até o salto para só usar botas.”

imageAlex Cavalcante

“Estilo não tem a ver com gênero, e sim com personalidade. Eu incorporo muitas peças femininas no meu guarda-roupa, pois acho que elas são mais interessantes. A moda masculina ainda está um pouco para trás.”

imageJéssica Alves

“Não acho que uma peça tem que ser masculina ou feminina, ela só tem que ficar bem na pessoa. Tenho amigos que são mais magros e usam calças ou jaquetas femininas e eu uso muitas peças masculinas.”

*Com colaboração de Melyssi Peres