Desenroladas


Manas à Obra: Mulheres Prestadoras de Serviços de manutenção doméstica

Lugar de mulher é onde ela quiser e disso a gente já sabe. No entanto, em São Paulo, surge uma startup que vem para provar (em todos os sentidos da palavra) que a mulher pode ser mesmo o que ela quiser.

disin

A Manas à Obra é uma startup que reúne mulheres prestadoras de serviços para manutenção doméstica. A ideia surgiu da necessidade de mulheres (transgêneros e cisgêneros) de investirem na profissionalização e qualificação para prestarem esse tipo de serviço.

Então, não só o negócio é feito por mulheres, como tem o foco de atender o público feminino e LGBT. Não é novidade nenhuma, né? Receber um homem – e pior: desconhecido – na nossa casa sempre vai nos causar medo. “O público feminino encontrou no segmento um negócio promissor, que também facilita a vida de mulheres que costumam ter receio de receber profissionais do sexo masculino em suas casas”, conta Priscila Vaiciunas, uma das idealizadoras da empresa.

Você encontra a empresa Manas à Obra na plataforma BemComdinado, um site voltado para o mercado de manutenção doméstica e de empresas. O diferencial é que no próprio site, além de escolher qual serviço necessita, o cliente também pode escolher que quer ser atendimento apenas por uma profissional mulher. Os profissionais são todos certificados pela startup, o que garante a garantia do serviço e o agendamento e pagamento é feito diretamente no site, que dá um prazo de até 24 horas para o trabalho ser executado.

“Ao criarmos nossa plataforma identificamos a necessidade de fazer uma parceria com empresas inclusivas, já que esse setor ainda é, de certa forma, composto principalmente pelos homens. As Manas à Obra fecham essa lacuna e deixam as clientes mais tranquilas, além de mostrar que são tão qualificadas e capazes de realizarem os serviços quanto os homens”, comenta Rodrigo Thedim, CMO e co-founder do BemComdinado.