Desenroladas


Especial DFB | O desfile de maquiagem de O Boticário

Foto: Lucas Menezes

A marca O Boticário apresentou ela primeira vez fora de São Paulo, a seu desfile de maquiagem. Foi para Fortaleza que Fernando Torquatto trouxe para a passarela do Dragão Fashion Brasil produções a partir da linha Make B. Barroco Tropical, com quem divide a criação com o estilista Ronaldo Fraga. Apesar de curto, o desfile trouxe inspirações dramáticas, fortes e sofisticadas com destaque para as cores como vinho, vermelho, azul e o verde. Aqui no blog, trazemos para vocês o vídeo exibido antes da apresentação, que mostra um pouco do processo de criação da linha com depoimentos do maquiador e do estilista.

Além disso, recebemos um material com entrevista com Fernando e Ronaldo, que complementam os detalhes que compõem essa coleção:

Fernando Torquatto

unnamed

Como foi o processo e como chegou aos produtos e as cores?
O processo foi uma delícia! Tudo começou com uma ampla pesquisa realizada pela área de Trends de O Boticário, que identificou as principais macrotendências que poderiam inspirar a criação da nova coleção.  As cores, bem, essa é uma das partes mais divertidas pra mim. Inspirado no conceito da coleção, busquei uma paleta que traduzisse o colorido da brasilidade com a opulência e sofisticação do barroco. Depois vêm as questões mais técnicas, como o tom exato de cada um dos produtos. Nessa etapa, levo em consideração os diferentes tons de pele da brasileira e o que vai estar em alta na estação

Qual seu produtos (ou produtos) queridinhos da coleção?
Uma das minhas apostas é o batom. Ele traz uma nova e exclusiva textura mate, com toque aveludado, super agradável nos lábios. As sombras e o blush também têm tudo para se tornar must have da temporada – ambos chegam em cores lindas e com compactação exclusiva inspirada nos croquis de Ronaldo Fraga. Um luxo!

Como essa coleção traduz a brasilidade barroca tropical?
A brasilidade e o tropicalismo se traduzem nas cores dos produtos – a cartela é variada e valoriza os traços da mulher brasileira. O estilo barroco está na opulência do dourado, presente nas embalagens e no cristal Swarosvski, que pela primeira vez muda de cor e vem num tom dourado. Já a sofisticação dos brocados é traduzida nas decorações e compactações dos produtos.

Ronaldo Fraga

foto_6odui4933__03

Como se sente colaborando pela primeira vez numa coleção de maquiagem para a Make B.?

É a primeira vez que desenvolvo um trabalho especialmente para uma linha de maquiagem. Foi o máximo! O mais interessante é que não emprestei apenas minha assinatura, mas mergulhei no conceito da coleção para apresentar um registro gráfico que a representasse. Isso é inédito no mercado nacional e me sinto lisonjeado por isso. A moda está louca para se libertar da roupa como única forma de expressão. Ela quer estabelecer diálogo com outras frentes e, neste ponto, a maquiagem é fundamental.

Em linhas gerais, como foi este processo de criação?

Foi um processo baseado em diversos estudos da marca e dos conceitos da coleção. A partir disso, mergulhei nesse mundo e busquei um traço que unisse beleza, moda, brasilidade, tropicalismo e barroco. Foi um exercício de precisão, um verdadeiro desafio. Porém, mais que meu trabalho individual, criei inspirado pela própria coleção. Acompanhei o trabalho do Fernando com O Boticário e bebi dessa fonte o tempo inteiro. Foi uma verdadeira união de processos. Uma coisa inspirou a outra.

O que levou em consideração e o que te inspirou para criar as imagens e croquis da coleção Barroco Tropical?

Eu me inspirei muito no estilo dos desenhos criados no mundo da maquiagem. Penso que quando está na frente no espelho com batons e sombras na mão, a mulher colore seu personagem. Tudo isso é muito rico. A história da bonequinha remete bastante à feminilidade e à moda.

Você palpitou também nas cores e funções dos produtos? Gosta de maquiagem? Conte um pouco disso, por favor.

Moda e maquiagem são campos de trabalho parceiros. Por mais que sigam caminhos diferentes, há uma sintonia artística muito interessante entre eles que merece ser estudada. Não dei palpite em cores ou funções, mas acompanhei o processo e me alimentei disso também para o meu trabalho.